A vacinação foi uma grande evolução e, sobretudo, uma conquista bastante significativa para o mundo da medicina, visto que protege individualmente e, a longo prazo, comunidades inteiras de potenciais doenças perigosas. Os Centros de Saúde são os principais responsáveis pelos serviços de imunização, nomeadamente promoção e a administração de vacinas para o bem da saúde pública.

A Importância da Vacinação

A melhor forma de nos protegermos contra doenças infeciosas, está comprovado, que é através da vacinação. Esta tem como função estimular o sistema imunológico a produzir uma resposta de defesa contra um determinado patógeno, como por exemplo, um vírus ou bactéria. Neste sentido, a administração da vacina permite ao utente desenvolver a imunidade necessária para evitar a contração da infeção. Porém, apresentamos alguns pontos-chave relacionados com a necessidade da vacinação:

  1. Prevenção contra Doenças Mortais: Um dos pontos mais eficazes, alcançados com a vacinação, é a prevenção contra doenças, como a poliomielite, a varíola e a difteria que tinha por norma ser consideradas mortais, foram quase erradicadas da maioria do mundo.
  2. Proteção dos Grupos mais. Vulneráveis: Ter a vacinação em dia, não só permite proteger o indivíduo a quem foi administrada a dose, como também aqueles que não podem receber vacinas, como os bebés, pessoas alérgicas ou com sistemas imunológicos enfraquecidos. A imunidade que se cria na comunidade, impede a disseminação de doenças e, consequentemente dos surtos.
  3. Economizar os custos com a Saúde: Evitar determinadas doenças, graças à vacinação, permite economizar uma boa quantia, isto porque é mais difícil necessitar de hospitalização ou tratamentos dispendiosos.

Serviços de Imunização nos Centros de Saúde

Após a explicação da importância da vacinação, agora é o momento de entender o verdadeiro papel desempenhado por parte dos Centros de Saúde na administração das vacinas e na respetiva promoção da imunização. Seguem de seguida dividido por tópicos.

Programa Nacional de Vacinação (PNV):

Esta é uma iniciativa que define as diretrizes para a vacinação em Portugal, através do estabelecimento de calendários de vacinação recomendados, onde são indicadas as vacinas que devem ser administradas nas diferentes faixas etárias. O PNV permite às unidades de saúde orientar-se quanto às melhores práticas de imunização.

Acesso às Vacinas

O acesso que, nos dias de hoje, temos às vacinas, é por meio dos centros de saúde. Responsáveis por uma gestão de stock, armazenamento correto e organização dos horários para que toda a população possa aceder de forma fácil.

Informação e Educação:

Promover a vacinação e fomentar a sua importância é importante para combater a desinformação e incentivar a que as pessoas sintam confiança para se vacinarem sempre que necessário e recomendado.

Administração de Vacinas:

São os profissionais de saúde presentes nestas unidades que ficam encarregues de administrar as vacinas com a máxima segurança e eficácia, seguindo protocolos rigorosos, minimizando os riscos e os possíveis efeitos colaterais.

Monitorização e Registo:

É nos centros de saúde que podemos encontrar os registos detalhados das vacinas administradas e as futuras necessidades, permitindo um controle eficaz e uma rápida identificação de resposta em caso de surtos de doenças.

Conclusão

Em suma, a vacinação é crucial para a saúde pública e, sem dúvida, que os centos de saúde assumem um papel vital na promoção e consciencialização da sua necessidade, bem como na própria administração. Desta forma, por intermédio do Programa Nacional de Vacinação, estas unidades de saúde garantem a acessibilidade, a segurança e a eficácia das vacinas, protegendo toda a população e mantendo sob controle várias doenças infeciosas. Assim, alcançamos um futuro mais saudável e consciente.

Fontes: Programa Nacional de Vacinação, Medis, Portal SNS, Ministério da Saúde

Responder